1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem avaliações)
Loading...

Quais os sintomas da intolerância ao glúten?

Pessoas que têm intolerância ao glúten são chamadas de celíacas. Esse distúrbio se caracteriza pelo processamento incorreto dessa proteína pelo intestino. O glúten pode ser encontrado em todos os alimentos feitos à base de trigo, cevada, centeio e aveia.

Sendo assim, quem sofre com a intolerância ao glúten deve evitar ao máximo bolachas, biscoitos, pães, bolos, torradas e até cerveja, pois é produzida com cevada. Caso haja o consumo desses alimentos, a pessoa poderá sofrer de alguns sintomas como dores e inchaços abdominais.

Diagnóstico de intolerância ao glúten

A doença celíaca ou intolerância ao glúten pode ser diagnosticada após o paciente sentir dores e desconfortos intestinais. Mas como os sintomas geralmente podem variar bastante de pessoa para pessoa, o mais indicado é realizar um exame de sangue.

Além disso, quando houver suspeita clínica, o médico pode solicitar exames sorológicos e uma endoscopia digestiva com biópsia na mucosa do intestino.

gluten

iagnóstico de intolerância ao glúten. Imagem:dviulgação

O mais comum é a doença aparecer pela primeira vez em crianças com até um ano de idade, geralmente, entre o sexto e o 12º mês, pois é quando elas costumam a iniciar uma alimentação mais variada. Especialistas dizem que se houver demora no diagnóstico na infância, pode provocar deficiências no desenvolvimento da criança.

Entretanto, há pessoas que sofrem com esse problema, mas ele somente se manifesta na vida adulta. Isso pode ocorrer por conta dos diversos níveis de intolerância ao glúten existentes. A doença celíaca afeta homens e mulheres.

Acesse e saiba mais informações: 9 Sintomas de Intolerância ao Glúten

Sintomas da intolerância ao glúten

Os principais efeitos da intolerância ao glúten são as dores e os inchaços abdominais, mas há uma lista que merece atenção, caso você esteja desconfiado ter esse problema:

  • Gases
  • Diarreia crônica
  • Constipação intestinal
  • Emagrecimento ou dificuldade para perder peso
  • Enxaqueca
  • Ceratose folicular – aquelas bolinhas atrás do tríceps
  • Desiquilíbrios hormonais, como TPM excessiva, ovário policístico ou infertilidade
  • Enxaqueca
  • Oscilações de humor
  • Anemia (devido aos danos que o glúten causa no intestino)
  • Cansaço, fadiga e até esgotamento mental
  • Desnutrição com o passar do tempo
Sintomas da intolerância ao glúten

Sintomas da intolerância ao glúten. Imagem:divulgação

O mais recomendado é procurar um médico para analisar sua situação, pois é muito comum a doença celíaca ser confundida com a sensibilidade ao glúten não celíaca.

A sensibilidade é uma reação alérgica ao glúten, que confere sintomas semelhantes à intolerância, mas não atinge os intestinos. É importante saber que a genética influencia no surgimento desta doença, assim como o estilo de vida.

Acesse e saiba mais informações: Conheça 7 Opções de Comida sem Glúten

Dieta do glúten

Muitas pessoas, mesmo sem o diagnóstico da doença celíaca, têm buscado fazer dietas sem glúten para garantir uma silhueta mais esbelta, além de não ter inchaço e outros incômodos abdominais – pois os alimentos farináceos provocam esses sintomas em qualquer pessoa.

Por seus ótimos resultados, as revistas de boa forma e dieta estão cheias de receitas sem o glúten, que deixou de ser o inimigo somente dos celíacos. Muitas pessoas têm visto nesse “corte” na alimentação a saída ideal para perder peso a longo prazo.

Dieta do glúten

Dieta do glúten. Imagem:divulgação

Algumas escolhem deixar de comer alimentos com glúten por um determinado período de tempo, e outras, evitá-los de vez, adotando essa dieta como um estilo de vida.

A maioria dos nutricionistas indica uma restrição ao glúten de 10 dias para começar. Esse período é o suficiente para eliminar até 3 quilos e combater inflamações causadas pela exagerada ingestão dessa substância.

dieta sem gluten

Dieta do glúten. Imagem:divulgação

A dieta sem glúten baseia-se em café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia.

Em todas elas você deve apostar em frutas, incluindo as oleaginosas – avelãs, macadâmias, castanhas e nozes; arroz integral; carnes magras, peixes e frango; sementes; verduras e legumes; café, chás e sucos de fruta; petiscos e pães livres de glúten.

Além disso, é incentivado o consumo da famosa biomassa de banana verde, que ajuda na redução do peso corporal, do colesterol, além de controlar o açúcar no sangue. Como é rica em amido, dá bastante energia e regula o intestino.

Acesse e saiba mais informações: Dieta sem Glúten

Receita de biomassa de banana verde

Você pode encontrar essa composição em lojas de produtos naturais, mas a dica mesmo é fazer em casa, pois é mais natural, além de ser fácil de fazer.

  1. Lave as bananas com casca, mas preserve os talos, deixando-as bem fechadas.
  2. Coloque água até a metade em uma panela de pressão e leve ao fogo. Quando ferver a água adicione as bananas, tampe e deixe cozinhar. Ao soltar o vapor, abaixe o fogo. Após 10 minutos e desligue, mas não abra a panela.
  3. Após a pressão sair naturalmente pegue as bananas com cuidado e descasque rapidamente, antes delas esfriarem.
  4. Bata as bananas ainda quentes no liquidificador até formar uma pasta.
biomassa de banana verde

Receita de biomassa de banana verde. Imagem:divulgação

Ela dura até cinco dias na geladeira e até três meses no freezer. Use no preparo de receitas e sucos.

Antes de começar qualquer dieta é indicado procurar um especialista. Qualquer dúvida que tenha sobre a doença celíaca ou intolerância ao glúten deixe um comentário para nós!

Recomendados para você: